Verde Passarinho

facebooktwitterrssyoutubeinstagram

Há exato um ano, me despedindo da casa de repouso para senhoras em Ribeirão, onde trabalhei, uma velhinha muito engraçada que guardava tudo quanto era objeto no sutiã me abraçou forte e disse:

- Que você encontre muito passarinho verde no seu caminho!

Naquele desejo tão forte de retorno pra Bahia, fui invadida por aquele olhar tão cheio de vida quanto demenciado. O tempo não a tinha esvaziado. Em meio a pentes, papel higiênico, espelho e escova de dentes, no seu peito tinha muita vida batendo.
Um ano depois, acordo na minha casa nova rodeada de verdes e escuto um bocado de passarinho cantar. Agora eu entendi o que ela quis me dizer…!

Autora: Doc Lua Dultra, médica de família e comunidade.
facebooktwitter

Deixe um comentário

Google+