Arte da semana #02

facebooktwitterrssyoutubeinstagram

Figura-chave da pintura brasileira, especialmente no diálogo com a cultura oriental, Tomie Ohtake nasceu em 1913 em Kyoto, no Japão, e vive em São Paulo desde 1936.

Começou sua carreira tardiamente, nos anos 1950, e em quase seis décadas se estabeleceu como uma das principais representantes do Abstracionismo Informal, utilizando elementos circulares e distribuindo tintas e cores de forma homogênea, orgânica.

Tomie conseguiu diferenciar-se ao criar um repertório visual que, partindo da gestualidade caligráfica japonesa, resultou em uma pintura elegante e refinada. Algumas de suas obras recentes, compostas pela sobreposição de manchas justapostas, alcançam um efeito surpreendente – parecem imagens do espaço cósmico.

 

arte-da-semana-02_01

Obra: Composição em Amarelo (Óleo sobre tela, 1966) | Tomie Ohtake

arte-da-semana-02_02

Obra de Tomie Ohtake em comemoração ao seu centenário

arte-da-semana-02_03

Gravura em metal de 1972

Por Ana Paula Simioni
facebooktwitter

Deixe um comentário

Google+